Atendimento 24h: 0800 878 7874 Concurso Público

O SAAE

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) foi criado pela Lei nº. 1022/70 de 15/12/1970, como entidade autárquica municipal, com personalidade jurídica, tendo autonomia econômica, financeira e administrativa.

Os funcionários trabalham com consciência ecológica sobre a água e, compreendem o real valor que ela possui. Todos têm a preocupação de levar até o consumidor esses conceitos, transformando-os em células multiplicadoras dos conhecimentos sobre as ações para se preservar o meio ambiente.


FILOSOFIA

O SAAE tem, entre suas atribuições, a responsabilidade de operar, manter, conservar e explorar os serviços de água e esgoto em Capivari.

A autarquia também estuda, projeta e executa, diretamente ou mediante contrato com organizações especializadas em engenharia sanitária, as obras relativas à construção, ampliação ou remodelação dos sistemas públicos de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

A capacidade de cada indivíduo envolvido é explorada em seu potencial máximo para que nossa filosofia esteja sempre presente.

O SAAE se encontra engajando em várias ações sociais e ecológicas como, por exemplo, a recuperação da mata ciliar do Rio Capivari.


CARACTERÍSTICAS GERAIS DO SISTEMA

O Sistema de captação, tratamento e distribuição de água conta com 38 poços de captação subterrânea e três pontos de captação superficial. Os poços artesianos bombeiam a água, após desinfecção, diretamente no sistema de reservação e distribuição. Os pontos de captação superficial são direcionados para uma de nossas Estações de Tratamento de Água (ETA’s).

A Estação de Tratamento de Água "Alcindo Gatti", a ETA I, fica localizada na margem esquerda do Rio Capivari, dentro do perímetro urbano do município. O principal manancial da ETA I é o Ribeirão Forquilha. O ponto de captação está localizado na Fazenda Milhã que fica aproximadamente 8 km do centro da ETA I. O Ribeirão é represado por uma barragem que tem 160m de comprimento por 12m de altura e que forma um espelho d'água que cobre aproximadamente 20 hectares de terras. O volume de água captado hoje é de 45litros/s e vem por gravidade até a Estação de Tratamento I, percorrendo 8,5Km de adutora. A adutora foi construída em 1960 e, os tubos são de cimento amianto com diâmetros que variam entre 14, 12 e 10 polegadas a partir da captação.

O segundo manancial de abastecimento é o Ribeirão João Lau e o ponto de captação fica localizado dentro de terras que hoje pertencem à Usina Furlan. Essa captação é encaminhada para ETA I. O volume de água captado hoje é de 30 mil litros/h e também vêm por gravidade até a Estação de Tratamento I.

A Estação de Tratamento de Água "Mozart do Prado" (ETA II) fica às margens do ribeirão Água Choca, dentro do perímetro urbano. A estação, construída em 1990, produzia 19litros/s e, em 2018 tem capacidade para 35 litros/s. Este adicional de produção deve-se a todos os investimentos e processos de modernização que teve início em 2009.

Todas as ETA’s dispõe de laboratório próprio para o constante controle da qualidade da água captada e distribuída. Além disso, o SAAE Capivari realiza periodicamente o controle de qualidade em todos os sistemas de distribuição em Capivari.


TRATAMENTO

O tratamento realizado para a desinfecção da água é o clássico, ou seja, tratamento físico, químico e bacteriológico. As etapas compreendidas no tratamento são:

Câmara de recepção – recebe a água bruta e os são adicionados os primeiros produtos químicos, compostos de alcalinizante e coagulante;

Câmara de mistura – etapa da floculação

Decantadores – para a sedimentação dos flocos formados na etapa anterior

Filtros – para retenção de partículas que não sedimentaram na decantação

Câmara de Desinfecção – Correção do PH com aplicação de cloro e flúor

As análises de rotina da água seguem os parâmetros de frequência nas duas estações (ETA I e ETA II), onde é verificado, a cada duas horas, o PH, Cor, Turbidez, Flúor e Cloro da água. O consumidor tem acesso a esses dados em sua conta mensalmente

A qualidade da água distribuída atende a portaria 2914/2011 - do Ministério da Saúde - que estabelece, além do padrão de potabilidade, as competências e responsabilidades atribuídas ao controle de qualidade da água.

A água tratada e distribuída à população é constantemente monitorada e avaliada pela Agência Reguladora Ares PCJ.


CARACTERÍSTICAS DA DISTRIBUIÇÃO

Capivari conta com 253 km de rede de distribuição de água que abastece cerca de 68 bairros.

Em 2013, o SAAE investiu na renovação de 35km da rede de distribuição de água. A tubulação, que antes era de ferro fundido, hoje são de tubos “PEAD”, um polietileno de alta densidade com uma tecnologia mais resistente e com duração estimada de 500 anos.

O Centro de Controle Operacional de Combate às Perdas (CCO) permite ao SAAE obter informações, em tempo real, sobre os níveis dos reservatórios e o funcionamento das bombas submersas nos 38 poços artesianos distribuídos pela cidade.

Em 2018, o SAAE dispõe de 27 reservatórios que armazenam mais de 7 milhões de litros de água tratada.


CARACTERÍTICAS DO SISTEMA DE COLETA E TRATAMENTO DE ESGOTO

Capivari conta com 227 km de rede de coleta de esgoto e até o final de 2020, e, com as obras das ETE’s concluídas o SAAE poderá tratar 100% do esgoto coletado.

Coletores Tronco de Esgotos

O coletor tronco é uma tubulação que faz parte do sistema de coleta de esgoto que recebe contribuições de outras redes coletoras que os conduz a um interceptor que por sua vez conduz os esgotos até uma Estação de Tratamento de Esgoto.

Capivari conta com cinco coletores troncos;

Coletor tronco Lava Pés
Coletor tronco Caraça
Coletor tronco Capivari
Coletor tronco Central
Coletor tronco Engenho Velho

Estações de Tratamento

Estação de Tratamento do Porto Alegre
Estação de Tratamento do DIC I
Estação de Tratamento do Jardim Elisa
Estação de Tratamento do São João

Reformas / Ampliações e novos projetos

Estação de Tratamento de Esgoto do Alto Castelani
Estação de Tratamento de Esgoto Central
Estação de Tratamento de Esgoto do Caraça