Uso Consciente da Água: Restrições começam a valer a partir de segunda-feira em Capivari

A partir de segunda-feira, 3 de novembro, fica proibida em Capivari a utilização de água da rede pública para a lavagem de calçadas, frente dos imóveis, ruas, quintais, telhados, paredes, calhas, garagens e veículos, o enchimento e esvaziamento de piscinas.

As medidas fazem parte de uma Campanha de Uso Consciente da Água lançada pela Prefeitura e Serviço Autônomo de Água e Esgoto.

Na noite de quarta-feira, 29, foi aprovado por unanimidade na Câmara Municipal o projeto de lei nº 202/2014 que determina medidas preventivas para o uso da água. O artigo terceiro aponta as proibições, citadas logo acima, e os parágrafos primeiro e segundo, do mesmo artigo, trazem as penalidades: na primeira infração, a multa será de R$ 72,40; no caso de reincidência, o valor será de R$ 144,80. Se o munícipe for flagrado pela terceira vez, além da multa, ele terá a água cortada por três dias.

Os postos de combustíveis que utilizam-se da rede pública estarão proibidos, também a partir de segunda-feira, de oferecer lavagem aos veículos, porém a proibição não se estende aos lavadores, já que a principal atividade econômica deles é essa. “Queremos deixar claro que não é um racionamento, apenas queremos cortar os excessos e para isso contamos com o apoio da população. Capivari não sofre com o problema de abastecimento de água como vemos em outras cidades, mas a falta de chuvas é um fator que nos preocupa e por isso queremos precaver possíveis problemas futuros”, explica o prefeito Rodrigo Abdala Proença (PPS).

Para fiscalizar, o SAAE terá o apoio da Guarda Civil Municipal e da Defesa Civil. Quatro telefones estarão à disposição da população para denúncias, a partir do dia 3: 0800 774 2321 (SAAE), 153 (Guarda Municipal), 199 (Defesa Civil) e 3492-9205 (Ouvidoria da Prefeitura).

 

10389994_641371679310797_5370451143210955569_n