SAAE protocola mais dois projetos junto ao FEHIDRO

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Capivari protocolou na última sexta-feira, 19, dois novos projetos executivos junto ao Fundo Estadual de Recursos Hídricos.

Coletor Tronco

Um dos projetos refere-se a Implantação do Coletor Tronco de Esgotos Engenho Velho. O coletor tronco recebe os esgotos coletados dos bairros e são destinados para uma estação de tratamento de esgoto.

O coletor terá início no final da rua Antônio Pagotto, no bairro Morro Amarelo, cujo destino final será a Estação de Tratamento de Esgoto Porto Alegre que está em fase de duplicação e melhorias. A extensão do coletor será de aproximadamente 2.800 metros com capacidade para coletar esgotos de 10 mil pessoas. O projeto foi avaliado em R$ 3.683.502,51 milhões, sendo que R$ 598 mil é de contrapartida do SAAE.

Tratamento de Lodo

O segundo projeto aprovado trata-se do Tratamento de Lodo da Estação de Tratamento de Água (ETA I).

O lodo é um subproduto do tratamento de água, gerado na ETA, formado por sólidos e imponderados químicos, constituindo uma massa de partículas orgânicas e inorgânicas, densa e viscosa. O tratamento de lodo da Estação de Tratamento de água é importante para evitar o assoreamento do rio, pois até o momento toda a água de lavagem dos tanques e dos filtros, que contém diversos materiais é despejada diretamente no manancial.

O químico responsável pela Estação de Tratamento de água, Odésio de Jesus Ferraz, explica que toda a água retornará a ETA para novo tratamento e distribuição. “Toda água inicialmente captada não retorna mais para o rio, chamamos isso de círculo virtuoso. Todo o processo consiste em desidratar o lodo que será encaminhado para aterro sanitário e a água voltará para o tratamento na estação”, explica o químico.

Este projeto está avaliado em R$ 3.246.331,62 milhões, sendo que, R$ 528 mil é de contrapartida do SAAE.

Segundo o Diretor de Gestão da Qualidade e Meio Ambiente do SAAE, Caio kerches, “a autarquia, que antigamente estava sucateada, conseguiu dar um salto de qualidade inimaginável, pois, além de ter a capacidade de atender até 96 mil pessoas, nossas estações de tratamento de esgotos terão capacidade de tratar esgotos de até 74 mil pessoas”, explica Caio.

Para o prefeito Rodrigo Proença (PSDB), “Capivari está empenhadíssima na obtenção do selo “Município Verde e Azul” o que lhe dá a aprovação de uma cidade econômica e ecologicamente sustentável”, afirma o prefeito.