SAAE instrui população sobre os cuidados com a Estação de Tratamento de Esgoto

sujeira
Objetos encontrados dentro dos filtros na ETE do bairro Jardim Elisa

Uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) exige cuidados de ambas as partes, governo municipal e população. A função da estação é coletar e tratar o esgoto sanitário, das residências, para preservar os rios e garantir os benefícios à saúde pública.

Na ETE o uso do filtro é de grande importância para o tratamento dos efluentes domésticos, pois só ele garante a qualidade da purificação do esgoto, retendo maior parte da matéria orgânica e assim aumentando o oxigênio dos efluentes.

Segundo o operador da ETE, Odésio Ferraz, o filtro é o coração da estação. “Com o uso do filtro é possível ter uma estação de tratamento de esgoto totalmente anaeróbica, com eficiência e custos baixíssimos”, destaca.

A população deve ter consciência do que pode ser jogado na rede de esgoto e assim também garantir o funcionamento da estação.

Ainda segundo o operador, a ETE do bairro Jardim Elisa está sempre danificada por conta de entupimento nos filtros. “Já encontramos meias, sutiãs, tênis e excessivo volume de papel higiênico, o que causam impactos irreversíveis para o tratamento do esgoto”, observa.