SAAE incentiva uso correto da água

Preocupado com a escassez hídrica que afeta nossa região e as bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), de Capivari, adota a política de incentivo ao uso correto da água, que envolve mudanças culturais para a conscientização da população quanto ao desperdício de água.

O SAAE, por meio da imprensa local e de carro de som circulando pela cidade, busca conscientizar a população a utilizar a água corretamente e racionalmente. O decreto municipal nº 5953/2014 que proibia o uso da água para a lavagem de carros, calçadas, quintais e o abastecimento de piscinas foi revogado e o SAAE optou por instruir e educar a população capivariana quanto ao uso correto da água.

Para o engenheiro ambiental do SAAE, Caio Kerches, a população de Capivari precisa aprender e entender que, com atitudes diferenciadas e reforçando os hábitos de consumo equilibrado, mesmo onde não existe problema de abastecimento, população e prestador de serviços podem, juntos, reforçar a importância da mobilização das famílias, mostrando que pequenas ações podem trazer grandes resultados. “A proposta é que cada um reflita sobre o seu consumo e ajude a natureza a evitar o cenário mais desagradável em relação à falta de água”, diz.

Bom senso

Segundo o superintendente do SAAE, José Luiz Cabral, para que a autarquia tivesse toda a agilidade necessária para que a fiscalização atuasse de forma eficaz, seria preciso contratar pelo menos 20 fiscais para efetuar flagrantes. “Isso tem um custo mensal de R$ 60 mil, além do que precisaríamos investir na compra de 20 motos, com o custo de aproximadamente R$ 160 mil, além do combustível necessário”, explica. “Temos o bom senso de que, com o final do período de estiagem, não haveria mais a necessidade dos funcionários, o que geraria maiores gastos e problemas para a autarquia municipal”, completa.

Para Cabral, o bom senso da população também precisa ser trabalhado, pois o SAAE não proíbe o uso da água, apenas instrui a população a utilizá-la corretamente. “Conto com o apoio da população para juntos tentarmos mudar os hábitos de desperdício e do uso indevido da água”, diz.

O SAAE trabalha com consciência ecológica sobre a água e tem a preocupação de consertar os vazamentos o mais rápido possível, podendo, assim, levar ao consumidor o conceito de transformar-se em células multiplicadoras dos conhecimentos sobre as ações para preservar o meio ambiente e a água.