SAAE assina convênio para implantação do coletor tronco de esgotos Central

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto assinou mais um convênio junto ao Fundo Estadual de Recursos Hídricos (FEHIDRO) na Agência das Bacias PCJ na tarde desta terça-feira, 25, em Piracicaba. Na ocasião, o convênio assinado foi para a implantação do coletor tronco de esgotos Central que receberá esgoto de 30 mil pessoas.

O superintendente do SAAE, José Luiz Cabral, estava acompanhado do prefeito Rodrigo Abdala Proença. Ambos foram recepcionados pelo diretor-presidente da Agência PCJ, Sergio Razera, pela coordenadora de Projetos, Elaine Campos, e pela analista de projetos, Aline Meneses.

A implantação do coletor tronco de esgotos receberá o esgoto dos bairros, Centro, Vila Izildinha, Pipeiro, Nova Capi, Gênova Vila Clemente e parte dos bairros, Santo Antônio e Vila Cardoso.

O projeto permite a implantação de mais de 2 mil metros de coletor principal e 701,50 metros de coletor auxiliar, são 4 estação elevatórias e 1.159 metros de linha de recalque para transportar o esgoto coletado até a Estação de Tratamento de Esgoto Central.

Segundo o superintendente do SAAE, José Luiz Cabral, com os investimento em saneamento básico, “é possível garantir melhores condições de saúde para as pessoas, evitando a contaminação e proliferação de doenças. Ao mesmo tempo, garantimos a recuperação do rio Capivari e a preservação do meio ambiente”, ressalta.

Para o prefeito, Rodrigo Proença (PSDB) convém destacar o esforço do SAAE em conquistar recursos extra orçamentários, junto aos órgãos governamentais, com o objetivo de não onerar os munícipes, cabendo-lhes apenas a contrapartida. “A importância do saneamento básico para o Desenvolvimento Econômico também é de extrema importância, pois, as empresas procuram municípios sustentáveis para se instalar suas unidades, e Capivari está no caminho certo, atraindo diversos empreendimentos, melhorando ainda mais a geração de emprego e renda em nossa cidade”, afirma.

A obra foi avaliada aproximadamente em R$ 5 milhões, sendo que R$ 451 mil é de contrapartida do SAAE. O contrato será administrado pelo Fundo Estadual de Recursos Hídricos (FEHIDRO).