Capivari decreta uso racional da água

planeta-terra-aguaA escassez de chuva neste início de ano colocou Capivari em condição de alerta. De acordo com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), a atenção ao consumo racional de água deve ser redobrada.

Em tempo de estiagem, a Lei Municipal nº 2968/2003 e agora o Decreto nº 5953/2014 proíbem o uso da água para a lavagem de carros, calçadas, quintais e o abastecimento de piscinas.

A fiscalização ficará a cargo do Saae. Para o morador que descumprir as regras, o valor da multa será de R$ 72,40 e, em caso de reincidência, será aplicada a penalidade de R$ 362,00, além do corte no fornecimento de água por três dias.

“O objetivo do uso racional da água é garantir que não haja desabastecimento. Sabendo usar a água, ela não vai faltar. É preciso que todos colaborem!”, explica o superintendente do Saae, José Luiz Cabral.

A Autarquia realiza campanha de conscientização e recomenda as seguintes medidas:

 Tome banho rápido;
 Não lave carros e calçadas;
 Ensaboe toda a louça antes de enxaguar;
 Acumule as roupas para utilizar a máquina de lavar na capacidade máxima. Faça o mesmo com a louça;
 Deixe a torneira fechada enquanto escova os dentes;
 E muita atenção com vazamentos dentro do imóvel; corrija-os o mais rápido possível.